01/11/2015

Entorpecida

Adormeceu
Não acordou
Está dormente
Ele viu o erro
Mas não há como reverter
Ela adormeceu...
Sentada no canto,
Olhando o nada,
Ouviu tudo
Reação letárgica
Ele sorri e sai
Ele vive ainda
Ele diverte-se com isso,
Sem saber do seu destino...
Por horas, semanas e meses até.
Ela apenas existia ali
Dormente.
Quem não se sente assim,
Entorpecida pelo nada?

By Lilyth Luthor