21/11/2015

Mal ditas

Malditas palavras não ditas
Por medo da inveja
Por medo da indiferença
Por medo da dor
Por medo do próprio medo de dar certo
Malditas sejam essas palavras sufocantes
Que não ressuscitam ninguém
Que não atinge seus alvos
Que não chamam atenção
Que não servem de ermo
Malditas sejam as ditas por momento
Malditas todas as palavras mal ditas
Todas as perdidas
Todas as feridas
Todas as renunciadas
Todas as ouvidas
Todas as sentidas
Todas as iludidas
Todas as palavras que deveriam em mim morrer, mas que insistem em escorrer aqui por você.

By Lilyth Luthor